Setor elétrico: atingidos por represas fazem manifesto em defesa da democracia

Compartilhe este conteúdo

Carta do Movimento de Afetados por Represas da América Latina reforça manutenção da luta popular

O Movimento de Afetados por Re­presas da América Latina divulgou uma carta ao povo brasileiro reiterando o apoio à luta pela constru­ção e defesa da democracia. A en­tidade é composta por movimentos do setor elétrico e atingidos por barragens de toda a América, ten­do como participante o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), companheiros de luta dos eletrici­tários brasileiros.

Segundo o documento, os povos e movimentos sociais latino-america­nos viram estupefatos a queda de um sistema popular que diminuiu a desigualdade e melhorou as con­dições de vida de um povo historicamente abandonado. O Movimento saúda, também, os avanços da uni­dade brasileira e da permanente mobilização pela conscientização política e cultural da população.

“A persevarença do povo brasilei­ro, expressa em suas organizações e movimentos sociais, seguem marcando uma rota de dignidade, forta­leza e luz para o resto da américa Latina e nos inspira a seguir lutan­do pela unidade de todas as forças democráticas do continente e do mundo pela construção de socieda­des alternativas e justas”, diz a nota que ainda replica o grito histórico dos atingidos: água para a vida, não para a morte!

“Que se levantem os punhos, que se levantem as mãos, que se levante o povo latino-americano”, termina o documento.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *