Para fugir da recessão, políticas públicas

Compartilhe este conteúdo

Os seis maiores investimentos privados no setor elétrico brasileiro nos últimos 10 anos  – da ordem de R$ 30 bilhões – foram viabilizados com a contribuição do BNDES e com a participação de empresas do grupo Eletrobras (Furnas, Chesf, Eletronorte, Eletrosul, entre outras). Os dados são do Banco Mundial.

Ou seja: as estatais são um instrumento de política pública importante e de estímulo ao próprio investimento privado. E este é um aspecto crucial das empresas estatais: por em funcionamento uma política econômica, capaz de reverter ou atenuar cenários recessivos, como o atual.

As estatais, como a Eletrobras e bancos públicos, sustentaram de forma decisiva a economia brasileira no período que se seguiu à crise internacional de 2008.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *