Eletricitários paralisam atividades contra a venda as distribuidoras da Eletrobras

Compartilhe este conteúdo

Trabalhadores das distribuidoras fazem greve de 48 horas contra venda das empresas

Contra a privatização das distribuidoras de energia dos estados do Alagoas, Acre, Amazonas, Piauí, Rondônia e Roraima, cerca de 10 mil trabalhadores, sendo 6.500 funcionários diretos e mais de 4 mil trabalhadores terceirizados, estão parali­sando suas atividades por 48 horas.

A manifestação iniciou nesta quarta-feira, dia 25, e se estende pelo dia 26, quinta-feira, mobilizando a categoria a lutar pela manutenção do patrimônio público brasileiro, principalmente após a ministra do Supre­mo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, ter negado liminar pedida pela Associação dos Empregados da Eletrobras (Aeel) para suspender o leilão das seis distribuidoras.

Este é mais um ato de resistência ao projeto privatista do Governo Temer, que tem como objetivo imediato a venda da Eletrobras, começando pelas distribuidoras federalizadas.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *