Trabalhadores dão lucro bilionário à Eletrobras

Compartilhe este conteúdo

Informe da Associação dos Empregados da Eletrobras apresenta R$ 4,5 bilhões de lucro, apenas no primeiro semestre deste ano

Segundo informe da Associação dos Empregados da Eletrobras (AEEL), divulgados nesta segunda-feira, dia 23, a Eletrobras divulgou o resultado do segundo trimestre de 2021, anunciando um lucro de R$2,5 bilhões. Com isso, chegou a R$4,5 bilhões de lucro, apenas na metade de 2021. Com esse resultado, a empresa acumula entre 2018 e 2021 mais de R$35 bilhões de lucro.

Com a divulgação do lucro bilionário alcançado neste primeiro semestre, é evidente a capacidade dos trabalhadores e trabalhadoras de, mesmo diante dos impactos e dificuldades da pandemia de COVID-19, manter a Eletrobras pública e lucrativa, como patrimônio do povo brasileiro.

Conforme o comunicado, “além do lucro, as demonstrações financeiras da empresa expuseram mais uma vez a completa falsidade dos argumentos utilizados pelo governo, deputados e senadores para justificar a lei de privatização da Eletrobras. O relatório da Eletrobras mostra que a empresa está com mais de R$20 bilhões em caixa”.

Os dados divulgados desmontam os argumentos privatistas, demonstrando que a empresa tem alta geração da caixa (R$ 17,8 bilhões/anuais) e baixos indicadores de endividamento, demonstrando que a Eletrobras possui plena capacidade para ampliar de forma expressiva seus investimentos que, hoje, por decisão política da direção da empresa e do governo, estão em níveis baixíssimos. “A Eletrobras, além de altamente lucrativa, possui grande capacidade de investimento.

O caixa da empresa está tão alto que a direção antecipou o pagamento de dividendos para agosto. E esse já é o segundo dividendo pago em 2021, que contou com uma distribuição de dividendos extraordinária no início do ano.

Mesmo assim, o governo insiste no argumento de “falta de capacidade de investimento” para justificar a urgência da famigerada Medida Provisória 1.031 que possibilitou a privatização da Eletrobras”, afirma a AEEL.

CNE prepara mobilizações

Enquanto os trabalhadores, em plena pandemia, contribuem para o lucro bilionário da empresa, a Eletrobras distribui aos acionistas dividendos retidos de 2018, sem pagar a cota adicional correspondente à Participação nos Lucros e Resultados (PLR) 2018 dos trabalhadores.

O Coletivo Nacional dos Eletricitários (CNE) já informou à direção da Eletrobras que está preparando um calendário de mobilizações caso a empresa não distribua a parte da PLR 2018 correspondente aos dividendos que foram pagos, adicionalmente, aos acionistas.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *