Trabalhadores aprovam proposta para PLR 2020 dos celesquianos

Compartilhe este conteúdo

Em assembleias virtuais, categoria aprova proposta com avanços

Os trabalhadores da Celesc aprovaram nesta segunda-feira, dia 14, por ampla maioria, a proposta de Participação nos Lucros e Resultados 2020. A aprovação da proposta é consequência de um longo trabalho dos sindicatos da Intercel. A PLR 2020 começou a ser debatida ainda enquanto a Diretoria da Empresa atentava unilateralmente contra a PLR 2019, adiando o pagamento em flagrante descumprimento do Acordo.

Na sequência, utilizando a pandemia como desculpa para rebaixar a PLR 2020, a empresa propôs um reajuste abaixo da inflação e uma série da amarras que tornavam o alcance de metas mais difícil, com a inclusão de um “gatilho” que limitava a PLR ao mínimo. Além disso, os indicadores da proposta eram limitados e pouco gerenciáveis pelos trabalhadores, o que, novamente, traria evidente prejuízos à categoria.

Em reunião com os sindicatos da Intercel, a diretoria ainda argumentou que as condicionantes eram uma forma de motivar os trabalhadores a se esforçarem pela PLR, um desrespeito àqueles que trabalham com responsabilidade para alcançar os resultados, produzir os lucros e, mais importante, atender o povo catarinense com qualidade.

Para piorar, a empresa ainda encaminhou a proposta antecipadamente aos trabalhadores, destacando pontos através de um comunicado, mas ocultando uma série de ataques na tentativa de convencer os celesquianos que a proposta era boa. Diante da proposta inaceitável, a Intercel encaminhou uma contraproposta cobrando a retirada dos ataques propostos pela Diretoria e avanços na PLR.

A contraproposta da Intercel apresentava novos indicadores, retirava os gatilhos, buscava a recomposição total da inflação e avanços na distribuição. Após mais uma rodada de negociação, onde os dirigentes sindicais reafirmaram a necessidade de avanços, a diretoria apresentou uma contraproposta que, apesar de não contemplar a totalidade das reivindicações dos trabalhadores, como a distribuição 100% linear, a nova proposta retirava os ataques e trazia ganhos aos celesquianos.

A nova proposta, aprovada em todas as assembleias, conquistou o reajuste total medido pelo ICV-Dieese consolidado de 2019 (3,09%), retirou todos os gatilhos e retomou a antecipação de 70% do mínimo em outubro. Também conquistou uma nova faixa na multiplicação dos Acordo de Desempenho (45% de multiplicação para atingimento de 110 pontos do IGD).

A proposta da empresa de não pagar PLR em caso de demissões foi restrita para casos de justa causa, efetivada após inquérito administrativo acompanhado pelos sindicatos e motivada por improbidade administrativa. Diante de uma conjuntura complexa, a retirada dos ataques e a conquista de avanços fazem da Participação nos Lucros e Resultados 2020 uma conquista dos trabalhadores.

A Intercel formalizou o resultados das assembleias ao Diretor de Gestão Corporativa nesta terça-feira, dia 15, e aguarda a assinatura do Acordo.

Diante de uma conjuntura complexa, a retirada dos ataques e a conquista de avanços fazem da Participação nos Lucros e Resultados 2020 uma conquista dos trabalhadores.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *