Florianópolis sediou o 12º Encontro Internacional do Vida Viva

Compartilhe este conteúdo

Florianópolis acolheu, nos dias 23, 24 e 25 de novembro, trabalhadores e trabalhadoras de quatro continentes e de seis Estados brasileiros para o 12º Encontro Internacional do Rede Vida Viva. No primeiro dia uma feira apresentou as experiências nos países onde há trabalho da rede Vida Viva.

Um momento especial da feira foi a troca cultural entre os países e estados brasileiros onde cada um e cada uma trouxeram seus sabores, folclore, alimentando nossas almas com as raízes culturais de suas regiões. Uma atividade bastante intensa foi o debate com os trabalhadores da Índia, Alemanha, Espanha, Moçambique, Colômbia e Estados brasileiros sobre as precarizações trazidas aos trabalhadores advindas das flexibilizações das leis e perdas de direitos, mudanças implementadas para aumentar o lucro para poucos às custas de muitos em todo o planeta.

Na pauta do encontro, que contou com a presença de monitores da Celesc das Agências Regionais de Florianópolis, Tubarão, Criciúma, Blumenau, Rio do Sul, Itajaí, Joinville, Jaraguá do Sul, Mafra e da Administração Central, além de companheiros/as da sede da Eletrosul, que apresentaram a experiência já realizada em várias regionais e sendo implementada em outras, trazendo transformações na vida e saúde como nos locais de trabalho.

Muito se debateu sobre as transformações atuais do capitalismo e o impacto sobre a saúde, o trabalho e a vida dos trabalhadores/as, como a revolução 4.0 (4ª revolução industrial). Além disso, foi apresentado um panorama geral sobre as condições de trabalho nos continentes e as formas de atuação para conjuntamente entre entidades sindicais e trabalhadores para intervenção.

Avanços ainda são muitos poucos, mas o coletivo presente neste encontro internacional afirmou que continuará em busca de transformações que tragam dignidade a classe trabalhadora. Resistir e promover melhorias nos locais de trabalho, na vida e saúde, e fazer da atividade laboral algo mais prazeroso e saudável através das ferramentas da Rede Vida Viva.

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *