Está caro! Aumento do custo de vida gera protestos em pelo menos 10 capitais brasileiras

Compartilhe este conteúdo

Trabalhadores de diversas categorias, lideranças de sindicatos e movimentos sociais participaram de um ato, no sábado, dia 9, no centro de Florianópolis, contra o aumento abusivo dos preços dos alimentos, dos combustíveis, da moradia, do gás, da energia e do custo de vida de modo geral.

Dirigentes do Sinergia e da Intersul também participaram da manifestação na capital catarinense, denunciando as manobras do governo Bolsonaro para acelerar o processo de privatização da Eletrobras – que, se realmente ocorrer, vai encarecer ainda mais o custo da energia elétrica aos brasileiros e, por consequência, o custo de vida a toda a população.

Se aumenta o custo da energia, aumenta também o preço do pão, da cesta básica, da gasolina e toda a cadeia produtiva repassa esse aumento ao consumidor, o trabalhador e a trabalhadora.

Atos semelhantes aconteceram em pelo menos outras dez capitais brasileiras e cidades do interior do País.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *