Eletrosul: Intersul aciona Justiça Federal para defender o patrimônio público

Compartilhe este conteúdo

Pedido de Tutela Cautelar de Urgência Pede Suspensão do Processo de Incorporação da Eletrosul pela CGTEE

Depois de terem ingressado meses atrás, com uma Representação junto ao Ministério Público Federal pedindo que o MPF investigue a Incorporação da Eletrosul pela CGTEE, os sindicatos que compõem a Intersul protocolizaram nesta quarta feira, na Justiça Federal, em Florianópolis, um pedido de Tutela Cautelar, em caráter antecedente e urgente no sentido de suspender toda e qualquer deliberação societária que vise a operação de incorporação da Eletrosul pela CGTEE, até que se ultimem os procedimentos para disponibilização das informações e documentos solicitados pelos sindicatos que já obtiveram a concessão de mandado de segurança para a entrega dos documentos, até então não cumprido pela Eletrobras e Eletrosul.

Os sindicatos também pedem que a Tutela Cautelar se estenda até que se discuta o processo de incorporação, em audiência pública a ser marcada no Senado Federal. O requerimento da audiência foi aprovado pela Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado em 11 de junho, mas a data da audiência ainda não foi definida. Todo o empenho de esforços e recursos dos sindicatos tem sido no sentido de proteger o Patrimônio Público e propiciar à sociedade em geral conhecer todos os efeitos e consequências da incorporação, para salvaguardar os interesses da população e dos trabalhadores da empresa. Os sindicatos esperam pela concessão da Tutela Cautelar da Justiça Federal, ao mesmo tempo em que aguardam pelo pronunciamento do Ministério Público Federal também acionado pela Intersul.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *