Eletrobras: negociação do ACT nacional continua em compasso de espera

Compartilhe este conteúdo

Segunda rodada de mediação no TST mantém impasse

A segunda rodada de mediação do Acordo Coletivo de Trabalho 2019 dos empregados da Eletrobras e suas subsidiárias não evoluiu significativamente. Realizada no Tribunal Superior do Trabalho (TST), a reunião serviu para que o Ministro Rogério Neiva sondasse os representantes do Coletivo Nacional dos Eletricitários (CNE) e da Eletroabras para a possibilidade de uma conciliação.

A proposta apresentada pela empresa nas negociações não contempla as reivindicações da categoria, atacando direitos sociais, organização sindical e deixando os trabalhadores com um reajuste inferior ao da inflação. A principal intenção da Eletrobras é a retirada das amarras para a demissão de trabalhadores, cláusula que garante aos trabalhadores tranquilidade para exercerem suas atividades com qualidade, atendendo o povo brasileiro e levando desenvolvimento ao país.

Até o momento, a empresa não apresentou na mediação nenhuma nova proposta para o ACT nacional, com o TST buscando um caminho que evite a mobilização dos trabalhadores em todo o país. Uma nova reunião de mediação está prevista para acontecer hoje, dia 18, no TST. Acompanhem os boletins da Intersul para o relato da reunião e participem das concentrações dos sindicatos.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *