Eleição Celos: um voto coletivo

Compartilhe este conteúdo

Conflito de interesses X perda da concessão

Enquanto os trabalhadores acompanham os ataques da Diretoria da Celesc às representações sindicais, é preciso atenção com relação ao futuro da Fundação Celos. A paridade na representação é a única forma de garantir que os participantes tenham voz na gestão da fundação e na defesa de seus direitos.

Diante de uma Diretoria que demonstra, dia após dia, que não respeita nem os trabalhadores, muito menos suas representações, é preciso garantir através do voto a resistência contra as aspirações privatistas da atual administração da empresa.

Eleger uma representação forte e totalmente ligada à luta dos trabalhadores é manter as condições para a defesa da categoria, dentro da Celos.

Não foram poucas as vezes onde a Diretoria da Celesc buscou atacar direitos dos participantes e, dada a postura da atual Diretoria na negociação do ACT, os trabalhadores devem votar massivamente em Felipe e Lucir, para continuar a luta!

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *