Cutucada: Tira a ação e vira chefe

Compartilhe este conteúdo

Imagine que a empresa dá uma suspensão de 25 dias para um empre­gado. Esse empregado entra com ação contra a empresa pedindo dano moral e a retirada da punição. E perde em duas instâncias. Faz recurso e enquanto o tempo passa, o que acontece? Um acordão! No dia 31 de julho ele retira a ação da justiça e, como prêmio, a mesma empresa que deu 25 dias de suspensão, o coloca em um cargo de chefia. E o mais incrível, retroativamente, como mostra a resolução 074/18, assinada no dia 07 de agosto, “com vigência a partir do dia 01.08.2018”. Ou seja, em Jaraguá do Sul, tira a ação e vira chefe.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *