Cutucada: Quem chamou a polícia para intimidar os celesquianos?

Compartilhe este conteúdo

Nesta terça-feira (17), a paralisação dos trabalhadores da Celesc fez Itajaí voltar no tempo. Em um tempo de perseguições: a ditadura militar. Enquanto os celesquianos exerciam seu direito de manifestação, a polícia chegou com truculência, pressionando e ameaçando trabalhadores.

Com um interdito proibitório que tinha validade apenas para Florianópolis em mãos, tentava intimidar os trabalhadores e lideranças do movimento, com um discurso que parecia bem decorado, como se alguém tivesse dado o tom das ameaças para eles.

Como o fato só ocorreu em Itajaí, não parece uma postura da Diretoria da Empresa. Mas é de se imaginar quem é o inimigo dos trabalhadores em Itajaí, que mobilizou a polícia contra aqueles que lutam em defesa dos direitos de todos…

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *