Contra a reestruturação, Intercel informa sociedade dos prejuízos no atendimento e os riscos de privatização

Compartilhe este conteúdo

Sindicatos aprofundam debate com deputados, vereadores e associações empresariais

A reestruturação da Celesc foi encaminhada sem o necessário debate com a sociedade. Justificada com mentiras e dissimulação, a proposta traz escondida a redução da estrutura administrativa e o enxugamento que prepara a empresa para a privatização. Enquanto o presidente da Celesc, Cleicio Poleto Martins, tenta convencer deputados em reuniões à portas fechadas, a Intercel continua o trabalho de alertar a sociedade das mazelas da reestruturação.

Além de continuar a percorrida nos gabinetes dos deputados estaduais, os sindicatos têm procurado as câmaras de vereadores, associações empresariais e prefeituras, informando sobre as dificuldades que a reestruturação trará com o fechamento das Regionais. Até o momento, as Câmaras de Vereadores de Mafra, Jaraguá do Sul, Ireneópolis, Schroeder e Rio Negro retiraram moções em defesa da manutenção da estrutura atual das regionais e do caráter público da Celesc, impulsionando o desenvolvimento do Estado de Santa Catarina.

Ao invés de tomar decisões unilaterais, como empresa pública a Celesc deve ouvir a sociedade. É por isso que a Audiência Pública conquistada na última semana é importante. É preciso mobilização dos celesquianos para lotar a Alesc e defender o patrimônio público e o bom atendimento à sociedade!

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *