CNE defende Eletrobras pública

Compartilhe este conteúdo

Ministro diz que capitalização ainda não está definida

O Coletivo Nacional dos Eletricitários (CNE) esteve reunido com o Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, no último dia 15. Nessa reunião também participaram os senhores Thiago Vasconcellos Barral Ferreira, presidente da EPE e Ricardo Cyrino, secretário de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia (MME).

O Coletivo defendeu a manutenção da Eletrobras Pública, apresentado informações sobre o perigo que ronda a empresa, principalmente em relação ao processo de capitalização da Eletrobras, que da forma como está sendo apresentado, será uma simples transferência do controle de nossas empresas para o controle de outros países.

O CNE explanou não ser contra a abertura de capital da Eletrobras, desde que seja mantido o controle acionário da holding, apresentando que as normas internas da empresa, os acordos coletivos e a própria legislação existente ratificam a necessidade de que os trabalhadores sejam ouvidos nesse processo.

O Ministro afirmou que não possui ainda uma posição fechada sobre a situação da Eletrobras, e que ainda está consolidando informações. A secretária-executiva do MME, Marisete Pereira, afirmou à Folha de São Paulo que o governo está reavaliando o modelo de capitalização, o que joga o debate da privatização da empresa para 2020.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *