Use máscara de proteção: a pandemia não acabou

Compartilhe este conteúdo

O governo de SC e diversas prefeituras liberaram o uso de máscaras em espaços públicos abertos e fechados. A diretoria da Celesc seguiu pelo mesmo caminho e liberou o uso das máscaras de proteção, ainda que a pandemia não tenha acabado e que os estabelecimentos pudessem instituir regras próprias. Além dos alertas da OMS indicando a continuidade da pandemia, a Fiocruz emitiu um boletim em 11 de março, indicando que o relaxamento da utilização de máscaras em ambientes fechados é prematuro: flexibilizar medidas como o distanciamento físico ou o abandono do uso de máscaras de forma irrestrita colabora para um possível aumento, e não nos protege de uma nova onda”, afirma o boletim.

Atendentes comerciais e trabalhadores da área administrativa têm buscado os sindicatos para entender a quem beneficia o fim da exigência do uso de máscaras dentro da empresa neste momento. Há lojas que recebem um contingente de 100, 150 e, até mesmo, quase 200 clientes por dia. O risco de atendentes se contaminarem com a Covid-19 aumenta consideravelmente. Não custa lembrar: atendente afastado por Covid-19 com loja cheia gera notificações do Procon e riscos dos clientes extrapolarem o tempo de espera na fila. Além disso, ainda que a pessoa esteja vacinada, as sequelas da Covid-19 podem ser bastante sérias. Que a Celesc e outras empresas que estão liberando o uso de máscaras repensem a atitude.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *