TST apresenta proposta de mediação no dia 31/7

Compartilhe este conteúdo

CNE pede prorrogação do ACT por mais 15 dias para realização de assembleias

No inicio desta semana o Vice-Presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST) comunicou ao Coletivo Nacional dos Eletricitários (CNE) que a manifestação com a proposta do TST para mediação do ACT seria apresentada na quarta feria, 31/07. A demora na apresentação desta proposta, na avaliação dos sindicatos, se deve exclusivamente às pressões do Governo Federal, que, por meio da SEST, solicitou analisar previamente a proposta. Ou seja, o Governo atua para interferir no processo de mediação da negociação entre as partes. Importante para os trabalhadores é que a prorrogação do acordo atual por mais 15 dias solicitada pelo CNE deve estar contida na manifestação do TST.

Desta forma, as representações dos trabalhadores terão tempo de organizar e realizar as assembleias para analisar a proposta e, só depois desta análise aprofundada, deliberar sobre os encaminhamentos. O CNE espera que o TST possa agir com independência, sem a tutela da SEST e do Governo Federal, pois o desfecho deste ACT2019 pode impactar muito a vida dos trabalhadores e trabalhadoras da Eletrobras, especialmente no tocante às cláusulas que interferem na preservação dos empregos e na manutenção dos benefícios. Portanto, é fundamental que todos se mantenham mobilizados, atentos aos encaminhamentos dos sindicatos, pois as assembleias a serem realizadas serão de suma importância para a categoria eletricitária. Até o fechamento desta edição do Jornal Linha Viva, a proposta do TST ainda não havia chegado ao Coletivo.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *