DGC é da EDP

Compartilhe este conteúdo

EDP SE se consolida na diretoria de Gestão e presidente da Celesc é, agora, responsável pelo resultado de negociações

Na última quarta-feira, dia 30, os sindicatos que compõem a Intercel estiveram reunidos virtualmente com o Presidente da Celesc, Cleicio Poleto Martins, para debaterem a indicação do Diretor e Planejamento (DPL), Marcos Penna para acumular interinamente a Diretoria de Gestão Corporativa (DGC). A indicação é uma ameaça aos trabalhadores, uma vez que Penna é egresso e indicado pela EDP na Diretoria da Celesc, colocando a empresa privada na rota dos direitos dos celesquianos.

Apesar da decisão do Conselho de Administração de acatar a proposta do Representante dos empregados no Conselho de Administração, Leandro Nunes, de retirar as atribuições do Departamento de Gestão de Pessoas (DPGP) e das relações sindicais da pasta, os sindicatos consideram a ocupação da DGC por um indicado da empresa privada que vêm, constante e sucessivas vezes pressionando pela privatização da Celesc, um grande risco.

Na reunião, os dirigentes sindicais reafirmaram que a consolidação da indicação traria um problema político muito grande e que poderia ser evitado pelo Governo do Estado, mantendo Penna na DPL e indicando um novo diretor na DGC. A Intercel reivindicou que o presidente da Celesc fizesse a interlocução para suspender a nomeação do diretor à DGC.

Infelizmente, o Presidente assumiu para si as responsabilidades e os riscos da indicação. Para Cleicio, a decisão do Conselho de Administração de lhe passar a responsabilidade pelas negociações coletivas com os sindicatos não justificaria uma alteração das indicações, confirmadas pela Secretaria de Estado da Casa Civil em ofício enviado ao presidente do Conselho de Administração.

Segundo Cleicio, a indicação de Penna à DGC era fato consumado, uma vez que a Casa Civil já havia formalizado sua indicação e da empregada da Celesc, Pilar Sabino, à DPL. Reafirmando não entender a preocupação dos sindicatos, Cleicio afirmou era preciso que lhe dessem um voto de confiança e que as negociações, agora sobre sua responsabilidade, seriam conduzidas pelo ex-DGC, Pablo Cupani. Nesta quinta-feira, dia 01 de julho, o Conselho de Administração se reuniu extraordinariamente para deliberar as indicações dos Diretores.

Conforme relato do Boletim do Conselheiro nº 159, o representante dos empregados, Leandro Nunes, votou contra as indicações, exatamente por entender que um diretor egresso da EDP não deveria ocupar a Diretoria de Gestão. Os demais membros do Conselho votaram favoravelmente, consolidando a nomeação conforme indicação do acionista controlador.

Para os sindicatos da Intercel, a “dança das cadeiras” que coloca a EDP na Diretoria de Gestão, ameaçando os trabalhadores, poderia ser simplesmente evitada com a nomeação da empregada Pilar Sabino para a DGC. Entretanto, ao recusar qualquer tentativa de debate com o Governo Estadual, Cleicio assume muito mais do que o voto de confiança que pediu.

Assume a responsabilidade por tudo que ocorrerá nas negociações coletivas e aos direitos dos trabalhadores. As demandas dos trabalhadores são muitas. A aplicação do ajuste do Salário Inicial já na data base do PCS, em Setembro; avanços na Participação nos Lucros e Resultados 2021, com distribuição 100% linear; aplicação da valorização dos adicionais de Linha Viva e Despachante; renovação do ACT com reajuste salarial, Garantia de Emprego, respeito aos direitos históricos da categoria e recomposição da liberação de dirigentes sindicais.

Tendo assumido a responsabilidade por todas, cabe ao presidente dar celeridade e tratar com respeito as reivindicações da categoria. A Intercel permanecerá atenta à nova configuração das diretorias, na defesa dos direitos dos celesquaianos e na luta contra a privatização.

Ao recusar qualquer tentativa de debate com o Governo Estadual, Cleicio assume muito mais do que o voto de confiança que pediu. Assume a responsabilidade por tudo que ocorrerá nas negociações coletivas e aos direitos dos trabalhadores.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *