Chega de golpes na Celesc

Compartilhe este conteúdo

Celesquianos realizam um grande ato contra a administração Cleicio e os golpes contra a categoria

Os ataques aos trabalhadores, às suas representações e à empresa pública são uma constante desde que assumiu a nova administração da Celesc, comandada pelo Presidente Cleicio Poleto Martins. Cassando mandatos, atacando sindicatos e ameaçando direitos e conquistas históricas da categoria, a Diretoria da Celesc tem abusado das mentiras para tentar dar golpes nos trabalhadores.

Diante deste cenário, os trabalhadores da empresa decidiram que é o momento de reagir. Nesta quinta-feira, dia 20, durante a reunião do Conselho de Administração da Celesc, os empregados estarão reunidos na sede da empresa, em Florianópolis, para um grande ato contra os golpes da Diretoria e em defesa da Celesc Pública e dos direitos dos trabalhadores.

Mobilizada pelos sindicatos da Intercel, a categoria demonstrará repúdio a um processo organizados que visa a privatização da Celesc. Com uma postura autoritária a diretoria desrespeita a construção coletiva histórica dos celesquianos, buscando enfraquecer as representações dos eletricitários para facilitar a venda do patrimônio público.

Além de reagir contra os sucessivos golpes desta gestão os trabalhadores serão protagonistas de um dos principais momentos de enfrentamento com esta gestão, na defesa da Celesc Pública: a denúncia do conflito de interesse do presidente da Celesc, Cleicio Poleto Martins. Os celesquianos estarão na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc) para protocolar a denúncia e buscar apoio dos deputados à luta contra a privatização.

Além de protocolar a denúncia na Alesc, os trabalhadores também irão ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) e ao Ministério Público (MP-SC), demonstrando que o conflito de interesse do presidente é repudiado pela categoria, que reconhece os riscos à empresa pública na permanência de um presidente que ocultou deliberadamente informações para se manter no cargo.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *