Bolsonaro faz apologia ao trabalho precarizado

Compartilhe este conteúdo

Fala do presidente eleito sinaliza novas mudanças nas leis trabalhistas para que se aproximem da informalidade

O sindicalismo reagiu com indignação à fala de Jair Bolsonaro, que sinaliza com novas mudanças nas leis trabalhistas para “que se aproximem da informalidade”. Insatisfeito com o desmonte nos direitos feitos por Temer, ele indica que pretende fazer mais flexibilizações.

A última declaração nesse sentido ocorreu semana passada, em reunião com a bancada do DEM. Se concretizar o que tem dito, o futuro governo ampliará a precarização.

O presidente da CUT, Vagner Freitas adverte que não será tão simples tirar os direitos dos trabalhadores como o futuro governo imagina. “Vai ter resistência”, diz.

“Estaremos nas escolas, chão de fábrica, ocupações, bairros e ruas de todo o País dialogando com os trabalhadores e organizando a resistência”, completa.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *