CNE cobra da Eletrobras data de pagamento da PLR

Compartilhe este conteúdo

Após a Eletrobras unilateralmente abandonar o processo de mediação da PLR 2019 no TST, a coordenação do CNE tem enviado sucessivas correspondências à Eletrobras visando a retomada das tratativas sobre PLR.

Quanto o exercício 2020 o CNE tem buscado objetivamente o estabelecimento das tratativas para a construção do novo Termo de Pactuação, e quanto ao exercício 2019, o CNE já contestou e notificou suas discordâncias sobre o Termo de Pactuação assinado em dezembro/19. De lá para cá, passou a cobrar da Eletrobras a definição da data de pagamento.

Uma vez que algumas das subsidiárias (Chesf, Furnas) e a própria Holding Eletrobras anunciaram recentemente ao mercado a decisão de distribuição dos dividendos aos acionistas já a partir do mês de setembro, a coordenação do CNE, nesta semana encaminhou correspondência à Eletrobras cobrando a definição da data de pagamento para os empregados.

A cobrança poderá ser ratificada na reunião de negociação do ACT dia 04/09.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *