Cutucadas

Compartilhe este conteúdo

Mais uma consultoria para privatizar a Eletrobras

Em uma semana onde os meios de comunicação repercutiram que no BNDES foram gastos R$ 48 milhões em uma auditoria que não serviu pra nada, questionada até pelo TCU, agora é a vez da Eletrobras anunciar não uma auditoria, mas sim uma “nova consultoria” como tantas outras já contratadas, para mais uma vez rever a estrutura organizacional da companhia. Enquanto isso, o relatório da consultoria Deloitte, que serviria pra embasar a incorporação da Eletrosul pela CGTEE, ainda não apareceu, apesar do Mandado de Segurança não cumprido.

Tenha as ações da Eletrobras, mesmo que ela continue estatal!

Por que o Banco Credit Suisse indicaria isso a seus clientes? A compra de ações de uma empresa quebrada? As ações da Eletrobras (ELET3; ELET6) devem ser compradas e mantidas, mesmo em um cenário que não ocorra a privatização, dispara o Credit Suisse, em um relatório enviado a clientes neste domingo dia 26. Para os analista do banco, a empresa está sustentada por uma geração de fluxo de caixa decente e que garante um fluxo de dividendos razoável, “mesmo que o cenário de privatização não se concretize”.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *